PATRONO DA GM

17/01/2018 06:43:00


 

 


Herói da Segunda Guerra Mundial, o Marechal do Exército   Euclides Zenóbio da Costa foi instituído patrono da Guarda Municipal do Rio de Janeiro no Decreto Municipal nº 13.588, de 9 de janeiro de 1995.

Medalha -  Em 5 de setembro de 1996, um outro Decreto Municipal, o de Nº 15.087, também do prefeito Cesar Maia, instituiu a Medalha Marechal Zenóbio da Costa para personalidades que tenham prestado relevante colaboração à Guarda Municipal do Rio de Janeiro. Em dezesseis solenidades, realizadas entre 1997 e 2013, 571 pessoas (entre elas policiais, juristas, professores, políticos, jornalistas e médicos) já foram condecoradas com a insígnia, que é a maior comenda da GM-Rio.

 




Currículo - Zenóbio da Costa ocupou os mais importantes postos militares e participou de grandes fatos que marcaram época em nosso país. No extenso currículo, um merece especial citação: foi o primeiro comandante da Polícia Municipal do Rio, criada em 1934 pelo então Prefeito do Distrito Federal, Pedro Ernesto Batista. O oficial assumiu o comando da corporação em maio de 1935, permanecendo no cargo até abril de 1936. Como general, fundou o 1º Batalhão de Polícia do Exército - do qual também é patrono -, chegando a Ministro do Exército em 1954. Quatro anos mais tarde, em 9 de maio de 1958 (dia de seu aniversário), Zenóbio da Costa foi promovido a marechal e transferido para a reserva.




Serviços Serviços